Uma poesia chamada “Tudo que eu quero agora”

Teu telefone tá ocupado
Teu sinal tá fechado
Tua caixa postal tá lotada
Tua rede tá sem cobertura

Tua porta tá trancada
Teu freio de mão tá puxado
Tua estréia tá sem abertura

Eu já não sei em qual cadeira sentar
Que lugar na mesa devo ocupar
Que lado da cama posso dormir

Em qual vôo será melhor partir
Só sei que tudo que quero, agora, é sumir!

por Ariston Sal Junior

Sal

Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: