Jona Poeta revela sua jornada artística e emocional com ‘As Canções Que Fiz Com Chico’


Seja você um apreciador da MPB ou um viajante casual pelas notas musicais, certamente, as canções de Chico Buarque já te atravessaram ou te encontraram em alguma esquina da vida. Nos anos 90, ainda um menino, Jona Poeta ouviu pela primeira vez a canção “Futuros Amantes”. Naquele cenário, sem recursos e possibilidades de se fazer música, ele enchia garrafas de vidro no intuito de encontrar a medida certa de água para reproduzir as notas dos primeiros acordes. Até chegava perto, mas não como agora.

Nesta sexta-feira, 10 de novembro, o cantor e compositor gaúcho radicado em São Paulo lança o álbum “As Canções Que Fiz Com Chico”, em todos os aplicativos de música. Mas este lançamento não é apenas uma coleção de canções, é uma jornada de autodescoberta artística, onde cada faixa é um quadro de emoções e inspirações, como pinceladas em uma tela em branco.

Além das sensíveis e intensas canções inspiradas na obra de uma das principais vozes e, por que não dizer, crônista da MPB, a concretização do maior e mais importante projeto musical do artista traz um belíssimo álbum visual, que vai ao ar na mesma data, às 12h, no YouTube. O audiovisual, dirigido por Jona Poeta e Pedro Oliveira, apresenta as canções do artista traduzidas em dança contemporânea com coreografias e execução em cena de Eliz Gomes e Pedro Almeida.


“A arte é primariamente uma forma de eu me expressar. Esse trabalho exprime sentimentos tão complexos e controversos que, mesmo em uma sequência cartesiana, ficava difícil de me fazer entender no EP apenas com as músicas”, conta. “Há uma necessidade egóica de universalizar uma narrativa que é toda ensimesmada, então recorri às outras artes: a dança, o audiovisual, a teatralidade e a poesia que criei para ligar uma música à outra e deixar nítida a história que estou contando. Embora toda a concepção artística do álbum visual tenha sido pensada para a confusão visual e para gerar mais questionamentos que afirmações – que é o meu momento atual na vida e relacionamentos –, para mim, as perguntas são mais importantes que as respostas. As respostas mudam com o tempo, as perguntas não”, completa.

Com produção musical de Binho Mantenti e produção executiva de Renan Ribeiro, a sonoridade deste novo trabalho representa uma pausa no pop explorado pelo artista, retomando a veia MPB repaginada pela contemporaneidade, presente desde seu primeiro álbum “Soltei”. Jona não se considera um literato na obra de Chico Buarque, mas sim um grande fã, cujas repetidas audições permeiam seu jeito de escrever, compor e criar.

Todas as canções contam com parcerias na composição, visando trazer maior diversidade estética. Nomes como Grego Jardim, Maurício Pazz, Matheus Crippa, Igor Santisou e Willian Policarpo contribuem para enriquecer o repertório. Embora não tenham sido propositalmente feitas para mostrar inspiração na obra de Chico, a influência é inegável. Jona coletou seis composições mais imbuídas de Buarque e as reuniu neste trabalho.


A canção “Tua Mania”, lançada semanas atrás como single e videoclipe, já acumula cerca de 140 mil streamings nas plataformas digitais. Essa composição, a primeira do artista, estava engavetada há algum tempo, mas agora abre caminho para as demais. O trabalho de Jona Poeta vem desde a infância, quando, na escassez de uma vida humilde, tentava aprender música pela “TV Cultura”, usando garrafas de vidro com água como instrumento. Embora a primeira composição tenha nascido há 10 anos, a raiz está no sonho de criança de ser artista.

Ao longo de três anos, Jona trabalhou na concepção deste projeto, que agora se apresenta como uma emancipação estética e artística, indo além da homenagem a Chico Buarque. Este trabalho é uma exposição de emoções como em outros, mas com o adendo de protagonizar a produção e as escolhas. Jona aspira aos palcos a partir de 2024, pausando a produção para se entregar ao vivo. 

Serviço:

O álbum “As Canções Que Fiz Com Chico” de Jona Poeta estará disponível em todas as plataformas de streaming nesta sexta-feira (10). O álbum visual será lançado no mesmo dia, às 12h, no canal do artista no YouTube. 🎤🎵


Jona Poeta |
INSTAGRAM | SPOTIFY | YOUTUBE | TIK TOK


🖼️✨ #JonaPoeta #NovoÁlbum #ArteMusical #Lançamento #Arte #Música #PitadasDoSal #ApoieOsIndependentes 🌈🖼️

Sal

Jornalista, blogueiro, letrista, já fui cantor em uma banda de rock, fotógrafo, fã de música, quadrinhos e cinema...

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: